(61) 3965-1880 / (61) 3041-1251 clinicarame@gmail.com
Implantes dentários

Implantes dentários

Implante Dentário

Ter dentes bonitos, bem apresentáveis, influencia muito na autoestima das pessoas. Nada melhor do que poder sorrir livremente, morder e mastigar alimentos sem preocupação. Com o passar dos anos, no entanto, em razão da velhice, ou mesmo em decorrência de acidentes, as pessoas estão sujeitas à perda dos dentes e acabam recorrendo aos implantes dentários.

Todas as pessoas que por algum motivo precisam substituir os dentes naturais por implantes esperam que o procedimento seja seguro e rápido. Antigamente os implantes dentários eram complicados, pois a ciência ainda não possuía os recursos para oferecer um serviço de qualidade. Isso está mudando!

O procedimento para fazer implantes dentários era demorado, dolorido e desconfortável para os pacientes, mas agora a realidade é outra. O método conhecido como carga imediata está transformando a realidade de quem precisa de um implante dentário de forma rápida e eficiente. Está na hora de você conhecer tudo sobre essa revolução odontológica.

Carga imediata

O implante dentário com carga imediata possibilita a fixação dos dentes em até um único procedimento, o que reduz muito o tempo de operação para o paciente. Ao invés dos modelos tradicionais, em que as pessoas precisam passar vários dias até que o implante seja finalizado, com a carga imediata tudo pode ser feito em questão de horas.

Carga Imediata

Entenda agora como funciona esse método que está transformando a vida de milhares de pessoas. Descubra como conseguir aquele sorriso lindo, sem sofrimento e sem ter que usar próteses provisórias. Afinal de contas, procedimentos cirúrgicos sempre causam algum receio nas pessoas. Dessa forma, quanto mais rápido o procedimento, melhor para o paciente.

Vale a pena mencionar que o procedimento com carga imediata é indicado para pessoas que apresentam condições mínimas de saúde, além de uma estrutura óssea adequada para o recebimento imediato do implante.

Isso porque esse procedimento requer atenção especial tanto por parte dos profissionais quanto do paciente. Daí a importância de consultar profissionais experientes no assunto, que possam avaliar cada caso com ética e responsabilidade.

Nanotecnologia

Uma das grandes novidades para você que deseja realizar um implante dentário é a utilização da nanotecnologia. Trata-se de um avanço científico que está tornando os procedimentos cirúrgicos ainda mais seguros, rápidos e com tempo mínimo de recuperação. Várias pessoas e profissionais estão optando pela nanotecnologia em razão dos benefícios oferecidos.

Nanotecnologia

Algo que você precisa saber é que os implantes dentários com nanotecnologia oferecem muitas vantagens, como maior conforto e segurança durante o procedimento. Dessa forma, várias pessoas estão realizando o sonho de ter um sorriso perfeito, uma mordida adequada e mais qualidade de vida.

Ao se utilizar da carga imediata com nanotecnologia, o tempo de cicatrização óssea é reduzido muito em relação ao procedimento sem essa tecnologia. Por isso, grandes profissionais da área de odontologia indicam que os pacientes deem preferência por esse método. O valor do procedimento pode ser acima do cobrado pela cirurgia tradicional, mas os benefícios fazem valer a pena.

Para quem procura implantes dentários em Taguatinga, já existem opções de qualidade, com utilização do método carga imediata com tecnologia de ponta, incluindo a nanotecnologia. Dessa forma, pessoas da região podem realizar o sonho de ter um sorriso e mastigação perfeitos, sem ter que procurar em lugares distantes.

Os implantes dentários em Taguatinga, Recanto das emas, Samambaia e região podem ser feitos por todos aqueles que desejam ter mais autoestima. Se você deseja realizar um implante e ver a sua vida se transformar, o mais indicado é que opte pelos procedimentos modernos. São mais seguros, mais rápidos e permitem uma recuperação bem mais tranquila do que os métodos tradicionais.

Já pensou em ir ao consultório e já sair com todos os dentes perfeitos no lugar? Sem ter que passar por vários procedimentos cirúrgicos, usar próteses temporárias, nem nada disso. Tudo de forma rápida, simples e segura, para te proporcionar o melhor resultado. Conheça os implantes dentários com carga imediata!

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga? A Rame Odontologia, Clínica Odontológica localizada em Taguatinga – Brasília -DF, especializada em Implante Dentário. Temos os melhores profissionais na área de odontologia e Implante Dentário de Taguatinga e Brasília,veja mais detalhes do implante

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.

 

Como funcionam os implantes dentários?
Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e totais montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca. um grande benefício durante a alimentação e fala. Esta modalidade de prótese é chamada “protese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, devido a pontos doloridos ou falta de adaptação a estes aparelhos. Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Com a colocação de implantes não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar como é feito em pontes fixas convencionais.

Implante Dentário Taguatinga

Implante Dentário Taguatinga

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-lo. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis. Uma higiene bucal

Apesar de várias pessoas buscarem o implante dentário inicialmente por uma questão estética.os ganhos de uma prótese vão muito além disso. O implante permite uma melhor mastigação e consequentemente uma melhor digestão,

Entre em contato hoje mesmo e solicite um orçamento

 

Implante Dentário Taguatinga – VEJA O VÍDEO

 

 

Implante Dentario Brasilia

Implante Dentario Brasilia

Implante Dentário Brasília

Implante Dentario Brasilia

Implante Dentário Brasília

Implante Dentário em Brasília? A Rame Odontologia, Clínica Odontológica localizada em Taguatinga – Brasília -DF, especializada em Implante Dentário. Temos os melhores profissionais na área de odontologia e Implante Dentário.

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.

 

Como funcionam os implantes dentários?
Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e totais montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca. um grande benefício durante a alimentação e fala. Esta modalidade de prótese é chamada “protese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, devido a pontos doloridos ou falta de adaptação a estes aparelhos. Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Com a colocação de implantes não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar como é feito em pontes fixas convencionais.

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-lo. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis. Uma higiene bucal

Apesar de várias pessoas buscarem o implante dentário inicialmente por uma questão estética.os ganhos de uma prótese vão muito além disso. O implante permite uma melhor mastigação e consequentemente uma melhor digestão,

 

IMPLANTE DENTÁRIO BRASÍLIA – VEJA O VÍDEO

 

 

EUA questiona o uso do fio dental. Especialistas rebatem!

EUA questiona o uso do fio dental. Especialistas rebatem!

Governo americano alegou que eficiência do item não é confiável e retirou sua indicação das suas políticas de saúde

10 em cada 10 dentistas recomendam o uso do fio dental como parte fundamental do processo de higienização bucal. Mas, contrariando tudo que já se viu e se sabe até hoje, o governo federal dos Estados Unidos decidiu retirar a indicação desse item das suas diretrizes alimentares deste ano. Por quê? Segundo eles não há estudos que comprovam a eficiência do fio dental.

Se o fluxo salivar ou a qualidade salivar estiver em desequilíbrio, a falta do fio dental gerará sérios problemas e um deles pode ser a perda dental Foto: kalcutta / Shutterstock

Se o fluxo salivar ou a qualidade salivar estiver em desequilíbrio, a falta do fio dental gerará sérios problemas e um deles pode ser a perda dental
Foto: kalcutta / Shutterstock

Fomos conversar com alguns especialistas para entender essa conversa e descobrimos que, em partes, o governo americano tem razão. “Nunca foi realizada nenhuma pesquisa de cunho realmente científico. As poucas pesquisas, normalmente são patrocinadas por empresas que desenvolvem os mesmos”, diz Karyne Magalhães, cirurgiã-dentista e membro da Associação Brasileira de Halitose (ABHA).

Para chegar a essa conclusão, o governo americano analisou os últimos estudos feitos sobre a eficiência do fio dental e classificou os resultados como “fracos” e “não confiáveis” quando o assunto era sua capacidade de remover a placa bacteriana.

“Eu recomendo”
Apesar de concordar que falta material científico para comprovar a eficiência do fio dental, Karyne acredita que a prova que eles tanto buscam está nos efeitos que são observados no dia-a-dia.

“Eu recomendo o uso do fio dental por pelo menos duas vezes ao dia, pois ele, além de remover os resíduos alimentares que se depositam ente os dentes, remove a placa bacteriana que se forma independente ou não da ingestão de qualquer tipo de alimento. Essa placa nada mais é do que micro-organismos, saliva, líquido gengival, células descamadas da boca e resíduos alimentares que se depositam sobre a estrutura dental e podem ser mineralizadas se tornando tártaros (cálculo dental)”, diz a especialista.

Para ela, não usar o fio dental é aceitar correr o risco de ter cárie ou problemas gengivais.  “Fora os outros transtornos como halitose, sangramento e dor. Enfim, acontece um caos. Se o fluxo salivar ou a qualidade salivar estiver em desequilíbrio, a falta do fio dental gerará sérios problemas e um deles pode ser a perda dental”, diz a especialista.

Evidência ou engano?
Alberto Consolaro, um dos mais renomados patologistas bucais do país, também publicou um texto em seu Facebook sobre o assunto. “As pessoas pretensamente “bem informadas” adoram usar e acham sofisticado o termo “evidência científica” para afirmar ou negar dados e achados em pesquisas e estudos. A roda nunca foi comprovada cientificamente quanto aos seus benéficos, assim como o papel higiênico, absorventes e outros objetos de uso pessoal. A verdade científica de hoje pode ser a mentira ou engano de amanhã!”, disse ele no texto.

E a opinião dele sobre o uso do fio dental é a mesma de Karyne, assim como é a mesma de todos os dentistas com os quais conversamos. ”Os bochechos com enxaguantes não conseguem substituir o uso do fio dental na remoção da placa microbiana. O mesmo se pode dizer das escovas elétricas e automáticas disponíveis no mercado que não substituem a escova dentária manual, o fio dental e os enxaguantes: cada um destes procedimentos complementa o anterior!”, completou ele em sua página.

Faça o teste!
Para os que ainda questionam a eficácia do fio dental, Karyne sugere que a pessoa faça o teste. “É muito simples fazer um teste. Deixe de usar o fio dental por um ou dois dias, aí você verá que além do hálito, até o paladar começa a mudar. O maior benéfico de usar o fio dental é garantir a saúde bucal. E vale lembrar que as cerdas das escovas não entram entre os dentes. Só o fio dental é capaz de fazer essa boa tarefa.”, diz a especialista.

Fonte: Saúde Terra

Clareamento Dental: Um Guia

Clareamento Dental: Um Guia

Quem nunca quis fazer um clareamento? Se você não quis, conhece quem quer… ou fez. Ou, pelo menos, tem curiosidade de saber como é que funciona e SE funciona esse tal de clareamento dental. Então vamos lá!

Clareamento Dental

Fica branquinho!

Existem 3 tipos básicos de clareamento dental. O caseiro, o de consultório e o a laser (que também é de consultório). Nem todo mundo está apto a fazer um clareamento. Quem determina isso é o cirurgião-dentista, através de um exame clínico e da anamnese (aquele monte de perguntas sobre a sua saúde). Vamos diferenciar as modalidades:

1. Clareamento caseiro: como o próprio nome sugere, é um tipo de clareamento que o paciente faz em casa. Mas, que fique claro: não é algo que o paciente faz “sozinho”. Esse é aquele clareamento das moldeiras (já ouvi pessoas falando em “molduras” e “plaquinhas”). Funciona assim: o dentista molda os seus dentes superiores e inferiores e confecciona 2 molderinhas personalizadas, que só servem em você. Junto com as moldeiras você receberá algumas bisnagas do gel clareador. A quantidade depende do fabricante e da indicação do profissional. Cada espaço correspondente a um dente na moldeira receberá uma gotinha do gel, e você dormirá (ou permanecerá pelo tempo indicado) com as plaquinhas encaixadas nos dentes. E não, não adianta encher a moldeira de gel e achar que assim os dentes vão clarear mais… o máximo que vai acontecer é o produto extravasar e você o engolir (o que não mata, mas engorda :)). O tempo de tratamento varia, pode ser de 1 semana, 2 semanas, 3 semanas…

2. Clareamento dental de consultório: o gel é aplicado diretamente pelo dentista. Cada profissional segue o protocolo que prefere, mas comumente faz-se de 2 a 3 sessões e, em cada sessão, de 2 a 3 aplicações do gel. Para o uso desse clareador há necessidade de isolamento da gengiva, porque o gel pode provocar queimaduras sérias! Para acelerar a ação do gel pode-se usar ativação por luz, então se o dentista apontar pra você uma pistola com uma luz azul na ponta não se preocupe: não é assalto. 😀

3. Clareamento dental a laser: o preferido dos pacientes. 9 entre 10 que aparecem nos nossos consultórios querem um a laser! Esse tipo de clareamento é muito parecido com o de consultório, mas normalmente é feito com um gel específico (ou não!) e esse gel é ativado com o uso de um aparelho de laser próprio para esse fim. Clareia mais que os outros? Há controvérsias. Não há comprovação alguma nesse sentido.

As substâncias clareadoras utilizadas são o Peróxido de Carbamida ou o Peróxido de Hidrogênio, que podem se apresentar em concentrações variadas (de 1,5% a 35%, mais ou menos). Qual gel e qual concentração serão determinados pelo seu dentista. O produto pode ser, também, manipulado em farmácia. As técnicas acima podem ser combinadas (realizadas em paralelo) para um melhor resultado. Converse com o seu dentista!

Todo clareamento traz sensibilidade dentária. Para alguns mais, para outros menos. Essa sensibilidade é transitória e costuma incomodar até o dia seguinte ao clareamento. Mais que isso, avise o seu dentista! Embora não seja regra, o clareamento a laser parece trazer mais sensibilidade, enquanto o de moldeira, menos. Alguns produtos clareadores já têm incorporados à fórmula substâncias dessensibilizantes. Ainda, a aplicação de flúor após as sessões costuma diminuir o problema.

E a pergunta que não quer calar: qual é o melhor clareamento? Todos funcionam. Todos são bons. E todos têm benefícios e possíveis efeitos colaterais. Na minha opinião não há um deles que clareie mais que os outros. A maior diferença ainda está na “pressa” do paciente. O clareamento caseiro leva mais tempo, por isso o resultado final não é imediato. Mas, até por ser gradual, é uma excelente opção, pois clareia uniformemente e com menos riscos de sensibilidade, dada a concentração menor do gel.

E as pastas de dentes “clareadoras”, funcionam? Não. Os creme dentais, quando possuem as substâncias clareadoras, as têm em concentrações irrisórias. O que pode acontecer é a pasta de dentes funcionar como agente abrasivo e, dessa forma, acaba ajudando a eliminar manchas superficiais do esmalte do dente. Mas é só.

E aqueles produtos que a gente compra pela Internet e em lojas não especializadas, resolvem? Não. É pega-trouxa. Use, se tiver coragem, por sua conta e risco… só não venha choramingar no meu consultório depois! Ah, e por favor: passe longe de receitas “caseiras” de clareamento, do tipo sal, bicarbonato e limão… essas porras (desculpe!) não funcionam!

Na fila das prioridades odontológicas o clareamento está nas últimas posições. Acontece muito do paciente procurar o dentista já com a ideia de fazer um clareamento, e não há problema nenhum nisso. Porém, nem sempre será possível realizá-lo de forma imediata. Na semana passada, por exemplo, uma paciente me procurou com essa ideia. Ao realizar o exame clínico, a última coisa que me veio à cabeça foi fazer um clareamento! Ela apresentava problemas gengivais sérios, doença periodontal ativa, dentes com mobilidade, alvéolos (os buracos onde os dentes ficam) em cicatrização por extrações recentes devidas à “piorréia” (odeio esse termo), dentes que precisavam de tratamento de canal e restauração por causa de cáries profundas.

Lembre-se: todo clareamento dental deve ser feito sob supervisão profissional, inclusive o caseiro. Isso porque se trata de um procedimento que envolve a saúde do paciente, independentemente dele estar o realizando por motivos estéticos. Você pode ser alérgico a um dos componentes da fórmula do gel, ter algum problema de gengiva do qual nem saiba, etc.. E, feito o clareamento, caso você possua restaurações e/ou próteses nos dentes anteriores, você terá que substituir todas elas. Isso porque o gel clareador só age sobre dentes naturais! Ou seja, o que não for dente vai continuar amarelo…

Enfim… quer fazer um clareamento dental? Faça do jeito certo: procure um dentista e faça uma avaliação. Talvez você tenha uma grata surpresa ao perceber que aquele cupom de desconto que você queria comprar não era tanta economia assim… e a sua saúde agradece! 🙂

 

Fonte: Medo de Dentista

Dentista

Dentista

Dentista em Brasília - Dentista DF - Dentista em Taguatinga

O QUE É?
Dentistas, odontólogos ou cirurgiões dentistas são profissionais responsáveis por cuidar da saúde e da estética da face, tratando os problemas bucais como: dentes, gengivas, ossos, bochechas, lábios e língua. Restaura e extrai dentes, projeta e coloca próteses, pontes e dentaduras e corrigindo defeitos da dentição. A higiene bucal também faz parte de suas atribuições.

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS NECESSÁRIAS?
É fundamental ter habilidade manual, coordenação motora. O exercício da profissão exige que seja meticuloso e tenha a atenção concentrada. Características desejáveis: atenção a detalhes autocontrole boa aparência boa coordenação motora boa disposição física boa saúde boa visão capacidade de concentração capacidade de lidar com a visão de sangue e de pessoas acidentadas desejo de ajudar disciplina habilidade manual interesse pelas ciências interesse pelo corpo humano método paciência perfeccionismo senso de responsabilidade vontade de ajudar o próximo.

QUAL A FORMAÇÃO NECESSÁRIA?
Para exercer suas atividades o profissional precisa do diploma de curso superior em odontologia, com duração média de cinco anos e estágio obrigatório sob supervisão de professores. Para especializar-se, o profissional pode fazer pós-graduação, com duração de dois anos, na área escolhida. O profissional deve manter-se sempre atualizado sobre os mais recentes desenvolvimentos da odontologia através de revistas especializadas e congressos.

PRINCIPAIS ATIVIDADES
tratar os dentes, língua, bochechas, lábios e gengivas; tirar e examinar radiografias; explicar ao paciente o diagnóstico detalhado e a função do tratamento; informar os pacientes sobre a importância da prevenção da saúde bucal, obtida através de correta limpeza, equilíbrio na DIETA alimentar, aplicação de flúor e freqüência das consultas dentárias; preparar massas e outros produtos colocados nos dentes; remover partes deterioradas dos dentes e obturar cavidades; reparar ou extrair dentes danificados; fazer pequenas cirurgias; aplicar anestesias quando necessário; colocar pontes e outras próteses.

ÁREAS DE ATUAÇÃO E ESPECIALIDADES
Podem ser especialistas em uma ou mais áreas da odontologia: cirurgiões-dentistas: cuidam da saúde dos dentes, do bom funcionamento da articulação e da mastigação. Previnem, fazem o diagnóstico e tratam dos problemas dentários; determinam o uso de aparelhos parciais, removíveis ou fixos; e realizam cirurgias de IMPLANTE de próteses, correção de dentes, arcadas e mandíbula; cirurgiões bucais: reabilitam o tecido ósseo ou o mole, tratam de cistos, fraturas, tumores, gengivas e glândulas salivares; endodontistas: cuidam das complicações da polpa do dente, ou seja, de suas estruturas internas, como o tratamento de canais; implantodontistas: realizam todo tipo de implante dentário; odontologistas legais: fornecem laudos em ações judiciais; odontologistas preventivos e sociais: cuidam da saúde bucal da população de maneira preventiva; odontopediatras: tratam da higiene e saúde bucal das crianças durante a primeira dentição; ortodontistas: ocupam-se da correção, por meio de aparelhos dentários, de defeitos na arcada dentária e do mau funcionamento da função neuromuscular; patologistas orais: estudam a origem, a natureza e os sintomas das doenças da boca através de exames laboratoriais; periodontistas: cuidam das enfermidades da gengiva, podendo realizar cirurgias e curetagens nos tecidos ósseos e gengivais. Odontologia Estética: trata da estética bucal, faz restauração de imperfeições anatômicas dentárias, gengivais etc. Como: clareamento dentário, diminuição ou aumento da gengiva, facetas laminadas de porcelana e resina acrílica e outros.

Fonte: Brasil Profissões